Portal CDT/UnB - Notícia: Retrospectiva Desafio Inovatech - Terceira Edição
Acesso ao portal CDT

Esqueceu a senha? clique aqui.

Quero me cadastrar no portal

Fechar

Parcelas Disponíveis

Senha para realizar a inscrição
Fechar
Acesso ao portal CDT

Esqueceu a senha? clique aqui.

Quero me cadastrar no portal

NOTICIAS
ULTIMAS NOTICIAS
Retrospectiva Desafio Inovatech - Terceira Edição
02/04/2018

            Em 2017, o Centro de apoio ao Desenvolvimento Tecnológicos promoveu dois eventos Inovatech no ano passado, um por semestre. Para saber mais sobre a segunda edição, que ocorreu na primeira metade de 2017, abrangendo todos os Campi da Universidade de Brasília, acesse aqui (link matéria 2ª edição). A terceira edição, que ocorreu entre os dias 26 de setembro e 8 de novembro, abrangeu as faculdades de agronomia e veterinária (FAV), economia, administração, contabilidade e gestão de políticas públicas (FACE) e arquitetura e urbanismo (FAU), sendo que o Desafio Inovatech também foi por faculdade.

            Foram de dois a três dias de evento em cada faculdade, com palestras e oficinas ministradas pelas empresas patrocinadoras de cada segmento e mesas redondas com representantes do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade e parceiros. Já o desafio teve um tema universal, porém com sub-temas voltados para problemáticas relacionadas a cada campo acadêmico, e as equipes deveriam desenvolver soluções no período da própria programação, sendo premiados os primeiros lugares, um para cada área de atuação, com mini cursos oferecidos pelos patrocinadores. O tema escolhido foi "problemas de mais de um milhão de pessoas", mais especificamente bem estar animal, responsabilidade social e sustentabilidade para a FAV; meu primeiro emprego e administração pública para os alunos da FACE; e iluminação de universidades públicas, arquitetura provisória e construções emergenciais, e mobilidade urbana, no caso da FAU.

            Para os estudantes otimizarem seus projetos finais, foi recomendado que seguissem as etapas ofertadas pela organização: 1. Mini curso de Design Thinking, momento em que os alunos teriam que formar os grupos, de 2 ou 3 pessoas, e levantar problemas acerca do tema pré-estabelecido. 2. O Mini curso de Canvas e Pitch, no qual os alunos têm a oportunidade de começar a trabalhar em cima de uma solução para os questionamentos levantados. 3. Realização de um pitch de três minutos, durante o encerramento das atividades, apresentando o problema escolhido e a solução encontrada para uma banca com profissionais do CDT/UnB e de mercado. Claro, que os que optaram por participar dos mini cursos, não obrigatoriamente deveriam participar do desafio e vice-versa, era apenas uma sugestão de procedimento.

            O ganhador da faculdade de agronomia e veterinária foi Luccas Oliveira, aluno de gestão do agronegócio do sexto semestre. O futuro gestor apresentou sozinho uma solução muito eficiente para a potencialização da produção agrícola e, consequentemente, geração de empregos nessa área e um superávit na economia brasileira, atingindo assim mais de um milhão de pessoas. Sua ideia baseia-se na criação de instituições voltadas para a agricultura de precisão, usufruindo de drones para realizar o monitoramento aprofundado das propriedades produtivas, relatando deficiências nutritivas do solo, curvas de nível para melhor plantio e outras informações necessárias para o uso racional de insumos, sem excessos ou quantidades insuficientes. Além disso, com esse recurso, a previsão de perdas, ataques de pragas ou algum erro na lavoura, seriam percebidos e corrigidos rapidamente.  Apesar de soluções similares já existirem, nosso país é continental e desafios regionais e de tipos de lavoura existem e tem sido aproveitados como oportunidades por empresas que utilizam tecnologia importada.

            Outro grupo ganhador, dessa vez pela FACE, apresentou dois projetos, o Brasília além e o Pegasus. Esse último é uma plataforma para pessoas que estão entrando no mercado de trabalho, mas têm dificuldade em ingressar no primeiro emprego pela falta de experiência, que paradoxalmente só seria alcançada ao ser empregado. Desse modo, o programa é direcionado principalmente para alunos de ensino médio, universitários e recém-formados. Lá, estariam apresentadas questões como o que cada tipo de empresa - mais especificamente por área e cargo - mais valoriza em seus candidatos e o que eles de fato fazem, com o intuito de expor na prática do que os futuros contratados serão encarregados. Seriam estabelecidas também, parceiras com entidades consolidadas no mercado, para promover cursos preparatórios, coaching, workshops, webinars e outras atividades que podem dar suporte no alcance do emprego.

            O Brasília Além é um guia turístico online da capital, no qual os usuários poderiam conhecer pontos não convencionais da cidade. Eles seriam expostos não somente a espaços de entretenimento e gastronomia, apesar de Brasília ser o terceiro polo gastronômico do país, mas também ambientes interessantes e pouco visitados das regiões satélites, fugindo do tradicional eixo asa norte/asa sul. E para tornar os passeios mais atrativos, seriam realizadas parcerias com estabelecimentos, para que os visitantes recebessem descontos, tanto em entradas de eventos, como em compras no geral em estabelecimentos apontados no mapa.

            Já os alunos de arquitetura e urbanismo abordaram a questão dos refugiados, extremamente recente e urgente, e o abrigo a eles destinados, visando integrar rapidez, eficiência e aproveitamento de energia. Criando módulos habitacionais que podem conectar-se, formando espaços de dimensões variadas que podem abrigar tanto uma pessoa, quanto famílias inteiras. Materiais utilizados seriam leves e sustentáveis, como telhas e garrafas PET recicladas, e pisos de borracha de pneus, ou seja, baixo custo, alta durabilidade e fácil manutenção. Objetivando que cada indivíduo pudesse montar por conta própria sua residência, sem recursos de preços elevados e acelerando o processo. E para manter a sustentabilidade da construção, seriam inclusos sistemas de captação de água da chuva e reaproveitamento, além de energia solar que seria utilizada para geração energética.

 

Últimas notícias
Desafios e Perspectivas da Economia Solidária Para o Desenvolvimento Do Brasil
Data: 18/10/2018
Desafios e Perspectivas da Economia Solidária Para o Desenvolvimento Do Brasil...
Saiba mais
Fique por Dentro da Programação do Fórum de Inovação CDT/EB 25 de outubro
Data: 18/10/2018
Fique por Dentro da Programação do Fórum de Inovação CDT/EB 25 de outubro...
Saiba mais
Insight Robotics: tecnologia de detecção e monitoramento de focos de incêndio.
Data: 26/09/2018
Insight Robotics: tecnologia de detecção e monitoramento de focos de incêndio....
Saiba mais
XVIII Semana Universitária UnB no CDT
Data: 24/09/2018
XVIII Semana Universitária UnB...
Saiba mais
Os diretores do CDT/UnB, DIRPE e PCTec foram à China para participar de uma missão da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores
Data: 18/09/2018
os diretores do CDT/UnB, DIRPE e PCTec foram à China......
Saiba mais
Universidade de Brasília - Edifício CDT
Campus Universitário Darcy Ribeiro
Brasília - Distrito Federal
Caixa Postal: 04397 Cep: 70904-970
E-mail: atendimento@cdt.unb.br
Telefone: + 55 61 3107-4100
Fax: + 55 61 3107-4136