Portal CDT/UnB - Notícia: Café Empresarial do CDT/UnB atrai empreendedores e futuros empreendedores
Acesso ao portal CDT

Esqueceu a senha? clique aqui.

Quero me cadastrar no portal

Fechar

Parcelas Disponíveis

Senha para realizar a inscrição
Fechar
Acesso ao portal CDT

Esqueceu a senha? clique aqui.

Quero me cadastrar no portal

NOTICIAS
ULTIMAS NOTICIAS
Café Empresarial do CDT/UnB atrai empreendedores e futuros empreendedores
26/07/2012

 

Com os temas Investidor-Anjo e Associativismo, o evento contou com a presença de 56 pessoas

 

Organizado pela Incubadora de Base Tecnológica do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília (CDT/UnB), a edição de julho do Café Empresarial, que aconteceu na manhã desta quinta-feira (26), reuniu interessados em empreendedorismo, e teve como temas Investidor-Anjo e Associativismo. As palestras foram ministradas pelo diretor de operações da Mútuos – Inteligência em Compras, Bernardo Carvalho, e pelo fundador da Anjos do Brasil, o Engenheiro Eletrônico Cássio Spina. 

Bernardo Carvalho abriu o evento com a palestra “Associativismo para Micro e Pequenas Empresas”, citando como exemplo de sucesso o pioneiro Peixe Urbano, uma rede de compras coletivas que tem como investidor-anjo o apresentador global e empresário Luciano Huck. Baseado na fórmula “preços de vendas mais baixos e margem de vendas, e consequentemente de lucros, maiores”, a prática do associativismo, além de fortalecer diversos aspectos internos da gestão, como treinamentos da equipe, inovação tecnológica, poder de compras e propaganda, também reforça a imagem externa da empresa e do próprio empresário, como referência e liderança empresarial.

Atualmente, as principais redes de empresas contemplam o segmento de supermercados (com 24%), seguidas pela rede de farmácias e material de construção (ambas com 7%) e artesanato (6%). A maioria dessas empresas possuem arranjos produtivos locais (concentração geográfica), centrais de compras ou distribuição, e centrais de negócios, que é a evolução das centrais de compras. Para obter sucesso, as redes de empresas precisam investir em uma boa loja virtual, infraestrutura e capacitação de funcionários – o que acarreta altos gastos. De acordo com Bernardo, esse problema pode ser minimizado, quando os pequenos se unem, gerando uma redução de despesas com compras, publicidade e treinamento; e uma maior capacidade de investimento. 

Bernardo reforça que o associativismo não se constitui como um projeto apenas de MPE’s, e cita exemplos de empresas como a Star Alliance, principal rede de vendas e capacitação no ramo da aviação; a Benetton; e os agronegócios, que têm crescido bastante. Ele ainda dá dicas de como prosperar com uma rede de empresas; aponta questões comportamentais que precisam ser trabalhadas, como a ansiedade e a máxima “qualidade é melhor do que a quantidade”, e finaliza afirmando que a associação entre empresas representa o desenvolvimento econômico e social. 

Dica de site: www.mutuos.com.br/educacional

 

Como obter um Investidor-Anjo para sua startup 

Em sua palestra, Cássio Spina fez uma breve introdução sobre o conceito de investimento-anjo, utilizando uma metáfora ao explicar que, neste caso, o anjo é um guardião que ajuda e auxilia, mas não interfere no livre arbítrio do empreendedor, e que tudo vai depender dele mesmo. 

Investidores-anjos são profissionais de diversas áreas que apostam em empresas que estão começando. “É uma pessoa que usa o seu dinheiro para algum negócio, esperando obter maiores lucros. Ela geralmente apoia o estágio de viabilização da empresa e é o elo para os próximos estágios”, explica. Além de financiarem boas ideias, eles orientam os empreendedores, indicam clientes, fornecedores e parceiros para garantir que as boas ideias prosperem.

Nos EUA, os anjos foram decisivos para o sucesso de empresas como o Google e o Facebook. No Brasil, não existem números sobre essa associação, mas a química entre investidores-anjos e novos empreendedores está se tornando tendência, e aumentando a cada dia. Para se encaixar no perfil de investimento-anjo, a empresa deve estar em estágio inicial (startup) ou de crescimento; os empreendimentos devem ser inovadores; escaláveis (não pode ser limitado); deve ter um mercado amplo, com grande número de clientes; e um empreendedor engajado. 

Ainda segundo Cássio, o valor agregado do investidor-anjo abrange a experiência na organização e execução do negócio; a rede de relacionamentos (networking); a visão “fora da caixa” para contribuição ativa no desenvolvimento do negócio; nome e imagem do investidor para potenciais clientes, parceiros e novos investidores; implantação de governança; e o famoso smart money – um investidor que agregue conhecimento pode ser tão importante quanto o próprio dinheiro. 

No final, ele aponta que os principais motivos de fracasso das empresas são, dentre outros, a falta de experiência e de capital, e a localização inadequada. Indica cases bem-sucedidos no âmbito internacional (Intel, Apple, Google e Facebook) e nacional (o site BuscaPé e a empresa Bematech). E finaliza explicando que não existe um segredo para o sucesso. “O sucesso é fruto de muito trabalho e dedicação”, reforça. 

 

Como obter um investimento-anjo:

1. Pesquise seu mercado, para entender o desejo, a necessidade e a vontade do seu público-alvo. 

2. Experiência profissional – experimente trabalhar em uma startup.

3. Monte o time certo. O investidor-anjo costuma olhar para os empreendedores.

4. Procure um conselheiro/Advisor.

5. Estude como funciona o investimento-anjo.

6. Monte um protótipo/prova de conceito – que ajude a validar sua ideia para clientes e investidores. 

7. Prepare sua apresentação baseado no conceito “elevator pitch”, que nada mais é do que a abordagem de vendas que você consegue fazer de seu negócio em 1 minuto. 

8. Plano de negócios (quando já possui dados suficientes para planejar o negócio) X Modelo de negócios (é o básico, “o que vai fazer e como vai fazer”).

9. Encontre investidores com perfil para o seu negócio.

10. Dê o tempo necessário. O investimento é igual um casamento, precisa ter sintonia e empatia.

 

Dica de site: www.anjosdobrasil.net

 

LÍVIA CAROLINA MACHADO

Jornalismo

Núcleo de Pesquisa em Desenvolvimento e Comunicação – NPDC    

Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da Universidade de Brasília – CDT/UnB 


 

 

Últimas notícias
HACKATHON - FEIRA DE NEGÓCIOS E INOVAÇÃO
Data: 20/11/2019
Base de dados...
Saiba mais
MOMENTO EMPREENDEDOR
Data: 19/11/2019
Chegou o seu momento Empreendedor!!! Se inscreva para participar de um momento de troca de Experiência entre diversas Startups do DF...
Saiba mais
Feira de Negócios e Inovação 2019
Data: 05/11/2019
Inscrições Abertas - Feira de Negócios e Inovação - 2019 Nos dias 21 e 22 de novembro, o Ambiente de Inovação da UnB realizará a 9ª ed...
Saiba mais
BREVE DESCRIÇÃO DAS EJs
Data: 11/10/2019
Documento com uma breve descrição da Ejs do CDT/UnB...
Saiba mais
Projetos de Pesquisas
Data: 11/10/2019
Projetos de pesquisa em execução no âmbito do CDT/UnB...
Saiba mais
Universidade de Brasília - Edifício CDT
Campus Universitário Darcy Ribeiro
Brasília - Distrito Federal
Caixa Postal: 04397 Cep: 70904-970
E-mail: atendimento@cdt.unb.br
Telefone: + 55 61 3107-4100
Fax: + 55 61 3107-4136